Conheça o brasileiro criador do Instagram

Com aplicativo, Mike Krieger transformou 5 milhões de donos de iPhone em fotógrafos – com direito a estética retrô.

Mike, brasileiro que ajudou a criar no ano passado o fenômeno Instagram, o mais popular aplicativo de fotografia para iPhone, com mais de 5 milhões de usuários. Trata-se de Michel Krieger, um paulista de Alphaville (megacondomínio fechado na Grande São Paulo) que, aos 18 anos, fez as malas para estudar ciência da computação e design na Universidade de Stanford. Ele conheceu o programador Kevin Systrom, ex-funcionário do Google, que o chamou para criar o aplicativo que viria a colocá-los entre os mais festejados talentos do mundo tech. Ambos largaram seus empregos (Mike trabalhava no Meebo, que desenvolve programas na web) e se juntaram no começo do ano passado para construir o Burbn, um software que agregava redes sociais, fotos, chats e geolocalização. Após meses, a dupla percebeu que o programa era complexo demais. Foi quando teve a ideia: “Por que não investimos em uma só plataforma?”. E Kevin sugeriu: “Que tal fotografia?”.

Em outubro de 2010, a primeira versão do Instagram já estava no ar. O serviço, que permite aos usuários tirar fotos com as câmeras de seus iPhones, aplicar efeitos artísticos e publicar na mesma hora para os amigos verem, se tornou rapidamente um fenômeno mundial. Milhares de usuários passaram a fotografar festas, viagens e comida aplicando efeitos em estilo retrô.

Mas Mike só quer saber de aprimorar o Instagram. Dedica mais de 10 horas por dia a isso. Pretende ainda criar uma versão do serviço para o sistema Android, lançar um novo site do programa e ampliar a equipe. “Na hora de contratar, competimos diretamente com o Google e o Facebook, que têm muito mais dinheiro”, explica, orgulhoso, o emergente geek brasileiro.

Comente com o Facebook:

Postar um comentário