Hiper-realismo, o limite entre ficção e realidade.

                                                               Smirk, 2010 ©Alyssa Monks/Reprodução


A imagem acima não é uma fotografia, na verdade, uma obra hiper-realista.
O Hiper-realismo é um movimento artístico que tem como princípio estético a criação de pinturas e/ou esculturas concebidas com uma riqueza de detalhes tão grande que se assemelhem a fotografias. 
Por meio da precisão técnica e da simulação da realidade, os artistas hiper-realistas retratam de maneira subjetiva uma amplidão temática que varia de atos e objetos “banais” da vida cotidiana à crítica política, dando vida as imagens.

                                                          The Murmur of the Innocents 1, 2009 ©Gottfried Helnwein/Reprodução

                                                                     Fuori o dentro, 2007 ©Roberto Bernardi/Reprodução

Candy Machine, 2008 ©Roberto Bernardi/Reprodução

Portrait de Luh, 2008 ©Hubert de Lartigue/Reprodução
Giuliaclick, 2008 ©Juan Francisco Casas/Reprodução

Reserve, 2011 ©Alyssa Monks/Reprodução

É incrível como tudo parece ser tão real, ate com foto séria difícil retratar essas cenas com tanta perfeição e imagina então para fazer um quadro desses com esses mínimos detalhes.
Já seguiu nosso twitter? Assim recebera na sua timeline quando o blog tiver post novo! 
_________________________________________________
Com amor, Baárbara Paz Martinez




Comente com o Facebook:

Um comentário: