Eu com 73 você com 75


Eram tantas as coisas pra te falar, e mostrar sobre mim que você não conhecia, e talvez se conhecesse hoje você estaria aqui, ou não, quem pode imaginar as pegadinhas que o destino prega na gente? 
A noite virou uma espécie de máquina do tempo, onde me instalo quando a saudade vem, e fujo pra bem perto de você, assim consigo sentir a energia e a proteção que emanava de você nos dias de domingo que passávamos juntos. 
A perfeita sintonia, o seu jeito brincalhão de saber como me conduzir, e em como achávamos engraçado a cada dia nossos planos aumentarem mais e mais.
Os dias eram mais felizes, o sol parecia ter mais brilhos, quando eu tinha a certeza que você estava pra mim, assim como o homem estava para a lua, mas tudo acabou tão de repente, como começou.
Foi como se estivéssemos na produção de um filme, onde o diretor corta a imagem onde nos conhecemos e o amor é despertado, e no lugar inclui uma imagem de nós dois andando do mesmo lado da calçada como estranhos, como se nunca tivéssemos nos conhecido um dia.
As lembranças boas ficaram, mas você preferiu ir embora, e eu pedi tantas vezes para que você ficasse.  Eu te perdi, deixei você escorregar dos meus dedos por uma brecha que ainda restava da porta aberta, e com você foi tudo que planejamos todos os sonhos, e todos nossos planos de fuga.
Eu me importei, botei fé que nós: eu com 73 você com 75 estaríamos sentadinhos na varanda da nossa casa na praia, olhando nossos netos descobrindo o mar, como nós fizemos juntos um dia. 
A saudade é um sentimento que agora me faz companhia, todas as noites antes de adormecer, mas tal sentimento você nunca sentiu por mim, pois você nunca foi meu, você nunca se permitiu ser meu e isso fez de você apenas mais um, quando você poderia ter sido o único, para sempre.
Tudo não passou de um sonho bom, onde alguém me despertou e eu tentei, sem sucesso, adormecer novamente e voltar a sonhar que tudo isso não foi um sonho que dessa vez o travesseiro não amanheceria encharcado pelas minhas lágrimas, ou melhor, pelas lágrimas que você colocou em meus olhos.

Comente com o Facebook:

8 comentários:

  1. nossa muito lindo amei , você escreve muito bem , você se importa de colocar no meu blog?
    http://depoisdoetc.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Nossa, q texto bem escrito *----*
    Menina , vc tem q procurar uma editora !
    é lógico que já estou supeer seguindoe e curtindo sua fan page e te convido a seguir meu blog tb e a curtir minha fan page.
    nossoblogdemodaa.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah obrigada Tainá *-* esse é só o primeiro de muitos que vão aparecer por aqui, rs
      Volte sempre <3

      Excluir
  3. nooossa, amei o texto *-------* arrasou, Fany <33

    http://vidapreguica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou Elaine *-* obrigada, rs s2

      Excluir