Sinto falta


Sinto saudades, de todos os apelidos, e nomes estranhos que nos chamávamos. Sinto falta de quando eu te livrava de alguma que você aprontou e de como você sempre esquecia de me agradecer, mesmo que eu soubesse que você 'ficava me devendo essa'.

Lembro de quando a gente brincava que chegaríamos atrasadas em nossos casamentos, pois na noite anterior estaríamos se acabando de beber em algum boteco numa esquina qualquer. Eu sempre achei engraçado seu jeito de brigar comigo cada vez em que eu inventava mais uma tattoo para fazer, e em como você quase chorou quando fez a sua primeira, enquanto eu já tinha umas 8 espalhadas pelo corpo.

Que coisa louca esse tal de tempo... De certa forma ele faz bem, mas por outro lado afasta muita coisa que nem pensamos que um dia iríamos perder.

Superar um amor perdido, um coração machucado ou uma paixão mal resolvida pode doer, mais é fácil...
Mas e quando se perde uma amizade de anos e anos?! Você acaba se sentindo perdida, achando que ninguém mais irá preencher o vazio que aquele melhor amigo deixou, o pior é pensar que não tem volta, ou porque o que aconteceu foi muito grave ou porque Deus e a vida não permite mas que ele volte!

O lado positivo (mesmo parecendo que não tenha) é poder lembrar de tudo que viveu com seu bff, pois com certeza não foi pouca coisa... Algumas fugas do colégio, a virada do ano que beberam além da conta, quando uma cortou o cabelo da outra...

As lembranças são infinitas, mas nunca vão amenizar a falta que o best friend faz, não é?
Mas deixa eu te contar uma coisa: o tempo dá uma ajuda danada. ;)

Comente com o Facebook:

Postar um comentário