Cores do Brasil, une arte moda e fotografia na OCA

O Cores do Brasil é um projeto cultural que tem por objetivo unir responsabilidade social, fotografia, moda, design e tecnologia de impressão digital. Através de oficinas fotográficas e de impressão digital, realizadas em instituições culturais e em comunidades nas cidades de Belém, Fortaleza, Rio de Janeiro e São Paulo, sessenta e quatro jovens entre 14 e 26 anos, de comunidades vulneráveis receberam orientação do fotógrafo Tuca Vieira.



As oficinas fotográficas ajudaram na construção e desenvolvimento deste olhar crítico, dentro do contexto em que vivem, o seu cotidiano e a sua cidade, em uma ação de valorização do patrimônio cultural nacional, fazendo com que eles reconheçam valores locais e qualidades visuais tradicionais do Brasil, como a trama de uma renda, os pontos que constroem um bordado, os desenhos de azulejos, a diversidade da nossa fauna e flora, entre outros. Desta forma, incentivando o jovem a buscar uma identidade que não estivesse limitada a propagandas e clichês que constroem a marca Brasil.

Os registros fotográficos captados pelos jovens criou um banco de imagens com mais de 12.600 fotografias que trouxeram belezas e cenas pouco ou nada conhecidas. A partir dessas leituras contemporâneas da realidade brasileira, Basso & Brooke através das possibilidades tecnológicas inovadoras, transformaram essas imagens em estampas digitais que podem ser aplicadas nas mais diferentes superfícies, como madeira, tecido, couro e azulejo.


Apresentando um trabalho singular, o projeto Cores do Brasil compõe uma exposição numa grande instalação, no último andar, da Oca, formada por um grande livro pop up de 5 metros de altura, por 10 metros de comprimento, formando 7 capítulos, numa sucessão de espaços que trazem a pluralidade das fotografias realizadas pelos jovens participantes do projeto, desde a imagem na sua forma original até a manipulação no desenvolvimento do processo digital. Os designers Basso & Brooke também desenvolveram nove looks para a exposição, sendo cinco femininos e quatro masculinos, além de trazer nove chapéus exclusivos, elaborados pelo designer Stephen Jones. A exposição ainda conta com projeção do making of do projeto, apresentando o desenvolvimento nas oficinas e a dinâmica do processo das informações, que constroem um ambiente envolvente ao expectador e, ao mesmo tempo, o convida a deixar seu papel contemplativo e descobrir essas leituras contemporâneas do Brasil.

O arquiteto e designer Marko Brajovic assina a cenografia da exposição, proporcionando uma grande obra de arquitetura sensorial inspirada em livros de histórias pop up. 


“A instalação icônica e multifacetada poderá ser apreciada e explorada livremente pelo publico tanto no livro pop up central quanto nos painéis que completam a exposição narrando o processo criativo e envolvimento das comunidades em todo o projeto”, afirma Marko.



OCA – Parque do Ibirapuera
03 de Julho a 02 de Agosto
Terça a Domingo, das 10hs às 18hs
Quintas-feiras, das 11hs às 22hs 


Entrada: Gratuita
Acesso: Av. Pedro Álvares Cabral – Portão 3


Baá Martinez

Comente com o Facebook:

Postar um comentário