O Último Amor de Mr. Morgan

Semana passada assisti O Último Amor de Mr. Morgan no Cine Livraria Cultura, resolvi assistir bem de última hora, não tinha lido nada a respeito e muito menos vi o trailer, eu já contei de que odeio ver trailer de filmes né? Dependendo do filme e da história acredito que perde toda a graça na hora de realmente parar para ver a história toda mãããs.
Antes de entrar no cinema a unica coisa que eu estava sabendo é que o filme se passava em Paris, sou louca pela cidade sem nunca ter visitado, pode uma coisa dessas? 
E que o personagem principal era um idoso, o que trouxe a certeza que o filme iria ter uma passagem diferente na questão da passagem do tempo.






O cinema costuma ter dificuldades ao retratar questões pertinentes à terceira idade, seja pelo ritmo naturalmente mais lento da história, pela possibilidade da morte iminente ou até mesmo porque boa parte do público que acompanha cinema é formado por jovens e, com isso, a produção cinematográfica acaba se voltando para temas mais familiares a eles. 
No entanto que em ''O Último Amor'' o personagem idoso aborda algumas de suas angústias.


Por mais que more em Paris há bastante tempo, Matthew Morgan (Michael Caine) não conhece a língua local. 
Muito graças à sua esposa, Joan (Jane Alexander), que sempre foi sua intérprete pelas ruas da capital francesa. Entretanto, Joan faleceu há três anos e, desde então, Matthew vive triste e solitário, ocupando seu tempo com aulas de inglês ocasionais. Um dia, ele é ajudado no ônibus por Pauline (Clémence Poésy), uma simpática professora de dança. Não demora muito para que eles se tornem amigos, já que ela lembra a esposa de Matthew e ele lembra o pai de Pauline. 



É um bom filme e se encaixa naqueles que precisam ser visto, mesmo tendo aspectos de sessão da tarde com cenas e destinos previsíveis. Mas ainda sim mais da metade da sala saiu do cinema chorando seja pelo final ou por se identificar com alguma parte do drama. 

Informações: Adoro Cinema 

Beijos,

Baá Martinez

Comente com o Facebook:

Postar um comentário